Materiais de construção - final de obra

A EMPRESA

Todo mundo já precisou fazer uma obra que acabou resultando em sobras de materiais. O que a maioria das pessoas não sabem, é que esses materiais de construção podem gerar lucro sustentável. Esse é o foco da Final de Obra, o primeiro portal exclusivo para compra e venda de todos os tipos de excedentes e resíduos de construção. O canal online aposta na rentabilização como forma de evitar desperdícios e contribuir para a redução dos gastos. Dessa forma, insere o quarto R da consagrada regra da sustentabilidade: Reduzir, Reutilizar, Reciclar e agora, Rentabilizar.


O objetivo é oferecer uma forma das pessoas negociarem materiais de construção de boa qualidade, que estariam parados em depósitos, a fundo perdido, por valores inferiores aos praticados no mercado. Ao mesmo tempo que são reaproveitados em outras obras, esses produtos acabam trazendo retorno financeiro ao vendedor, além de estar realizando a destinação adequada do resíduo por meio da reutilização.


As vantagens não acabam por ai. A Final de Obra busca facilitar o negócio entre as pessoas. Para isso, oferece um sistema simples, prático e seguro. O usuário que deseja vender seus produtos deverá se cadastrar no portal, onde terá acesso à área do cliente. Nesse espaço, ele deverá inserir informações necessárias para o negócio, como a descrição das mercadorias, localização e formas de contato. Já o comprador poderá pesquisar o material que deseja para sua obra, de forma rápida e responsiva, visto que o site reúne todos os itens por categorias, podendo ser vistos de qualquer dispositivo.


Agregando valor ao seu produto


A Final de Obra é uma empresa de e-commerce, com foco no ramo da construção civil, fundada por quatro sócios, todos atuantes em grandes construtoras e incorporadoras do mercado. Prezando pelo compromisso socioambiental e com foco no desenvolvimento sustentável, o portal de e-commerce para resíduos de obras investe no slogan: Não desperdice, rentabilize!


A missão da empresa é diminuir os desperdícios provenientes dos processos de construção por meio do comércio de materiais que seriam descartados, reduzindo a utilização de recursos naturais para a fabricação de materiais novos e promovendo o desenvolvimento sustentável.